(91) 3711-6369 ou 98212-7464 copar.odontologia@hotmail.com

Os terceiros molares conhecidos como “dentes do siso”, normalmente erupcionam entre os 17 e 25 anos de idade, ou seja, são os últimos a aparecerem na boca.
Um terceiro molar erupcionado parcialmente pode provocar gengivites (inflamação da gengiva), abscessos, irritação local, dor, edema e até mesmo o aparecimento da cárie dental (figura), já que a higienização se torna difícil na região.
Quando o terceiro molar fica totalmente incluso (dentro do osso), pode produzir reabsorção do dente vizinho, transtornos dolorosos e até degenerações (lesões císticas).
A inflamação normalmente ocorre quando o dente do siso está para nascer. Ela é chamada de pericoronarite e isso ocorre pois não há como realizar uma higienização de qualidade no local. Assim, ocorre a formação de uma camada de resíduos alimentares que inflamam e causam uma dor enorme.A periconarite é a inflamação da gengiva que recobre o terceiro molar, ela causa dor no local ou na região de mandíbula e pescoço, além de dificuldade de abrir a boca, mastigar e engolir.

Algumas vezes causa até dor na ATM (articulação temporomandibular). O tratamento da pericoronarite consiste na higiene adequada do local, bochecho com anti-sépticos bucais, aplicação de água oxigenada na região (tratado pelo cirurgião-dentista) e, para a dor, analgésicos e anti inflamatórios. Se houver infecção instalada, há ainda a necessidade de antibióticos.

Segue abaixo alguns motivos para cirurgia no siso, ou extração do siso:

  • Falta de espaço na arcada dentária;
  • Obstáculo oferecido por dente vizinho;
  • Permanência exagerada de dentes decíduos na arcada;
  • Perda prematura dos dentes decíduos alterando a posição dos permanentes, chamado popularmente de “dor de dente no siso”.
  • Para que a cirurgia tenha um pós-operatório tranquilo e sem grandes desconfortos para o paciente, existem medicamentos adequados que são prescritas pelo Cirurgião Dentista.
Max Muncy Jersey 
 Avery Williamson Authentic Jersey